5 Histórias Financeiras que Você Talvez não Saiba – e um Desdobramento Explosivo

White hot

1. O SEC está “quebrando a banca” e os mercados de dinheiro?

Fundos de mercado de dinheiro são animais engraçados. São fundos mútuos, mas, diferentemente da maioria dos fundos, são de prazo extremamente curto e investem em notas do US Treasury e em papéis comerciais.  Mas o que os torna verdadeiramente únicos é que seus preços se mantêm “par”. Quando novos investidores investem, recebem ofertas da taxa de retorno então praticada, mas os fundos asseguram que os investidores terão o seu principal retorno  dólar por dólar.

A crise de crédito forçou alguns fundos a “quebrar a banca” (retornar menos de 100% de seu principal) como resultado do default do papel comercial do Lehman Brothers.  Desde a crise, os fundos do mercado de dinheiro tem se esforçado para manter seus clientes, enquanto as taxas de juros de curto prazo permanecem quase zero.  Agora, o SEC está interferindo, propondo um NAV (net asset value) flutuante, como cura para a luta do mercado de dinheiro, que permitirá que os preços do fundo de mercado de dinheiro flutuem.  Participantes dizem que a cura pode matar a indústria de $2.7 trilhões, imediatamente.  Alguns, na indústria, argumentam que a demanda por mercados de dinheiro vai despencar se os investidores não tiverem segurança do seu principal retorno.  Erros de regulação ou taxas historicamente baixas por muito tempo podem causar graves problemas para tais fundos.

Regulações do SEC sobre os Fundos de Mercado de Dinheiro podem aumentar as Taxas de Empréstimos Bancários

2. A regra proposta pela Credit Union pode limitar Loan Participations

Loan Participations tem sido populares desde a década de 80.  Meu primeiro emprego em finanças foi comprando participações em grandes empréstimos feitos por money center banks a algumas das maiores corporações mundiais.  Os spreads eram pequenos, os volumes grandes – os empréstimos mesmo, eram de curto prazo e geralmente muito seguros.  Então, porque o NCUA, o regulador nacional da união de crédito, está propondo regras que limitarão o montante que as uniões de crédito investem em participações?  O regulador alega que loan participations estão criando um risco sistêmico.  Sua preocupação vem do fato de que algumas instituições estão comprando grandes quantias de participações (relativamente a seu capital) de uma única origem, frequentemente emprestada a um único tomador.  Instituições maiores podem estar concedendo grandes empréstimos a dezenas de uniões de crédito e o supervisor tem a preocupação de que se um grande empréstimo falhar pode por em perigo um grande número de uniões de crédito ao mesmo tempo.  As novas regras limitarão, em âmbito federal, uniões de crédito seguradas a investir 25% de seu patrimônio líquido num único emprestador original ou emprestar 15% a um único tomador.   Associações de uniões de crédito estaduais e nacionais estão resistindo ás mudanças.

CUNA insiste que a NCUA retire as Regras Propostas para Loan Participations

3. Hedge Fund vai atrás dos Advogados da empresa Ponzi ~ Processando os Processadores

Tom Petters está cumprindo uma sentença de 50 anos depois que um júri, em 2008, o considerou culpado de usar sua empresa de investimento como um esquema Ponzi de US$ 3,65 bilhões.  Um dos investidores em seu fundo foi o hedge fund Ritchie Capital Management.  Ritchie foi ao tribunal várias vezes tentando recuperar seu investimento e defendendo-se contra processos de investidores.  Ritchie está, agora, processando o escritório de advocacia do Petters declarando que durante os mais de 10 anos que a empresa prestou serviço de advocacia ao fundo, ela “ajudou materialmente” o empreendimento criminal de Petters.  Não é comum ver um escritório de advocacia processado por um terceiro pela conduta de um cliente.  Para o processo ser bem sucedido, o reclamante terá de estabelecer que o escritório de advocacia sabia que algo fraudulento estava acontecendo. Os esquemas Ponzi em geral geram uma quantidade absurda de litígios.  Com tantos prejudicados e a parte culpada frequentemente tendo fugido ou quebrado, raramente os reclamantes ficam satisfeitos.  Quer este processo tenha, ou não, sucesso, os reguladores terão de entender que o custo dos esquemas Ponzi vai muito além das perdas iniciais em investimento, uma vez que os inocentes frequentemente gastam somas incríveis buscando retribuição.

Hedge Fund processa escritório de advocacia de Minneapolis pela  fraude de Petters  

4. Regulação Financeira Americana… Ame-a / Desista de Deixá-la

As políticas financeiras dos EUA sempre tiveram um longo alcance quando o assunto é influenciar reguladores do mundo todo.  O último lote de regulação vai muito além de simples influência.  Partes do Dodd-Frank e do FACTA estão tendo impacto direto em empresas de serviço financeiro aqui e fora daqui.  Reguladores estrangeiros e instituições estrangeiras não estão necessariamente felizes a respeito da aprovação dos Atos que impõem exigências diretas a firmas estrangeiras.  Como reguladores estrangeiros podem controlar instituições estrangeiras?  O Foreign Account Tax Compliance Act (“FACTA”) requer que instituições financeiras estrangeiras divulguem detalhes sobre contas off-shore de pagadores de impostos dos EUA.  A Volcker Rule do Dodd-Frank forçará os bancos a limitar o proprietary trading, e se por um lado os fundos mútuos dos EUA foram especificamente excluídos da proibição, os fundos mútuos estrangeiros continuarão sendo off-limits para bancos americanos.  Não espere que reguladores estrangeiros ignorem este ato extraterritorial. Reguladores europeus e outros importantes reguladores já começaram a instituir regras que terão impacto nas empresas de serviços financeiros, globalmente. Quantas línguas seu diretor de compliance fala?

É agora que a Regulação Financeira vai ficar realmente “encardida”

5. Nunca mostre seus dentes para um Pitbull e não amaldiçoe seu Regulador

De vez em quando, é bom rever o básico.  John Kinnucan, um analista técnico de uma firma de pesquisa localizada no Oregon, deveria ter seguido este conselho.  Kinnucan foi preso recentemente por estar envolvido no mesmo círculo de insider trading que derrubou Raj Rajataram.   Seu papel era relativamente pequeno, e as somas modestas quando comparadas a outros acusados.  Entretanto havia circunstâncias paliativas.  Promotores acusam Kinnucan de deixar mensagens repletas de profanidades nas caixas de correio de voz de procuradores dos EUA e de agentes do  FBI por mais de dois meses.  As mensagens de voz continham numerosos insultos raciais e étnicos e referências ao Holocausto. Como proponentes de comportamento civilizado (e de bom senso), nós, na Willis, somos contra este tipo de comportamento.

Como ser preso por  Insider Trading, em dois passos simples

DESDOBRAMENTOS EXPLOSIVOS por Mike White

Não existe um porto seguro…

Michael White

Michael White

E se você pensa que as águas regulatórias são mais seguras no exterior, pense novamente.  O Tribunal de Apelações de Hong Kong abriu caminho para sua Securities and Futures Commission (SFC) continuar com uma ação civil contra o Tiger Asia Asset Management com base em NY para congelar a recuperação de ativos, a despeito do argumento da firma de que o SFC não tem jurisdição sobre ele, porque ele não tem empregados ou escritórios em Hong Kong.  O SFC alega que o hedge fund e três de seus executivos negociaram em Hong Kong com insider information e busca, não apenas o retorno de qualquer ganho associado aos negócios, mas uma proibição contra qualquer futuro negócio da firma em Hong Kong.   O SFC argumentou que a falta de laços do Tiger Asia com Hong Kong torna o processo criminal muito difícil, portanto, a necessidade de soluções civis é ainda maior. O tribunal concordou, observando que dar tais direitos ao SFC fornecerá à comissão a munição necessária para proteger os investidores.Embora os advogados de defesa prometam apelar à Suprema Corte de Apelação de Hong Kong, isto é um sinal claro de que a autoridade reguladora está expandindo por todo o mundo. Isto também evidencia a necessidade de assegurar que seu programa global de gerenciamento e responsabilidade profissional inclua todas as políticas locais necessárias, e que essas políticas concedam total cobertura com relação a todos seus riscos globais, inclusive exposições reguladoras.

Regulador de Hong Kong ganha a apelação da  Tiger Asia, Poder para Processar

 


Este post foi postado em inglês no dia 24 Fevereiro 2012

About Richard Magrann-Wells

Richard is a Senior Vice President and Willis’ Financial Services Practice Leader, based in New York. During his …
Categories: América do Norte, Instituições Financeiras, Português

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>