Arquitetos e Engenheiros: Recebendo Pagamento Sem ser Processado

Bricks, Bucks, and Blueprints

As únicas coisas que são certas na vida são a morte, os impostos e as reivindicações de seguros. Cerca de uma em cada cinco empresas de design são arrastadas para uma reivindicação todo ano e simplesmente são poucas as profissões que assumem uma quantidade desproporcional de risco, como arquitetos e engenheiros.

Como um corretor exclusivamente dedicado ao fornecimento de soluções, gestão de seguros e risco para os profissionais de design, posso afirmar que há certos passos que as empresas de arquitetura podem e devem tomar para mitigar custosas reivindicações de clientes.

O Mundo Real de Reclamações e Contra-Alegações

Uma área específica, abordada em nosso mais recente Willis A & E – webinar mensal sobre gestão de risco, estava em uma alegação desfavorável. Nosso convidado especial, David Ericksen do escritório de advocacia Severson & Werson de São Francisco, apresentou um programa intitulado “Getting Paid Without Getting Sued” (Ser Pago Sem Ser Processado), em que ele discutiu reivindicações de profissionais de decoração para recolher taxas que, frequentemente, levam a reivindicações para negligência profissional. Esta é uma posição ruim para qualquer empresa de design, visto que os impactos dos sinistros legais são, muitas vezes, grosseiramente desproporcionais à quantidade de contratos firmados, em primeiro lugar. Os impactos dessa contra-alegação de responsabilidade civil profissional podem ser os seguintes:

  • Obrigação Dedutível
  • Perda de tempo e produtividade
  • Publicidade e divulgação de informações confidenciais da empresa
  • Taxas de exposição e pagamento de advogados
  • Reivindicações de taxa de desconto ou renuncias

Cobranças – Um projeto de Longo Esforço

Em um esforço para reduzir estas alegações, as cobranças devem ser considerados desde o início. Portanto, o profissional deve criar um plano de resolução de cobranças. Isso começa com a realização de uma investigação adequada sobre o histórico de pagamento do cliente, negociando as disposições de pagamento específicas, e realização de esforços para recolher as taxas devidas em conformidade com as disposições contratuais.

Cobranças do berço ao túmulo:

  1. Preparando-se para e selecionar o cliente e projeto
  2. Disposições contratuais
  3. Permanecer atualizada e fora de problemas, especialmente em projetos públicos
  4. Resolução de cobranças

Passos e Ferramentas de Cobrancas – um modelo a seguir

2013 Architects & Engineers Webinars

For more information about our webinars, including timing and credit information, download this PDF.

Para mais informações sobre nossos webinars, incluindo calendário e informações de crédito, baixe este PDF.

Cobranças requerem que a empresa estabeleça procedimentos contratualmente explícitos para consistência e eficiência durante a coleta de taxas em dívida. Enquanto isso, encontre as ferramentas que funcionam melhor para você.

  1. Formulário de avaliação pré-contrato
  2. Estabelecer uma lista de prós e contras

Para solicitar uma cópia do power point ou gravação ao vivo do Willis A & E “Getting Paid Wihout Getting Sued” (Ser Pago Sem Ser Processado), envie e-mail para WillisAE@Willis.com

About Dan Buelow

Dan Buelow is the Managing Director of Willis’ Architects & Engineers practice, based in Chicago, where he an…
Categories: Construção, Português | Tags: , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *