Os gestores de risco do futuro

Algumas pessoas sentem falta dos velhos e bons tempos. Eu não. Eu sou da época em que os negócios eram feitos em um guardanapo com pessoas que se pareciam mais com amigos do que parceiros de negócios e sim, quando o negócio era fechado, sempre havia tempo para outra rodada. Bons tempos que se foram. Mas hoje os riscos são maiores. O negócio que fazemos é maior. Hoje sabemos que o risco não está apenas relacionado a property e contra casualty. Hoje entendemos que o risco é um fator-chave de sucesso. E olhando para frente a tendência é clara: o gerente de risco do futuro terá um lugar de destaque e estou contente.

Mais prestígio, influência e, sim, dinheiro

Os gestores de risco do futuro terão um papel mais amplo em suas organizações. Eles serão contratados com a participação direta dos principais líderes da sua empresa e os líderes vão estar à procura de mais educação, formação e experiência. Eles estarão à procura de conhecimento em finanças e direito. Eles estarão à procura de níveis avançados. Eles estarão à procura de líderes inteligentes, prontos e ansiosos para esse lugar de destaque. E os gerentes de risco do futuro serão compensados de acordo – com o prestígio, influência e, sim, dinheiro.

Quando comecei neste negócio eu conheci um CEO de uma empresa e lhe perguntei quem comprava seguro em sua empresa. Ele nem sequer sabia. A gestão de risco era muito voltada para a compra de seguros e a compra de seguros foi uma operação tão importante quanto pagar o aluguel. Você sabia que era necessário, mas se você estivesse sob o comando de uma empresa, você não queria pensar nisso. Hoje, a alta gestão está pensando sobre isso, porque eles estão pensando sobre o risco de uma maneira maior.

O risco de hoje inclui o risco cibernético, que pode ameaçar todos os aspectos de uma organização. Risco de terrorismo. Risco político. Risco da cadeia de abastecimento. O risco de reputação. Estes são exemplos de ameaças que podem derrubar uma empresa. Estes são os riscos que vão para o coração da identidade e as finanças de uma empresa. Hoje, o gestor de risco é chamado para aconselhar a liderança da empresa em questões operacionais e financeiras estratégicas. No futuro, esse papel só vai expandir.

Menos arte, mais ciência

Felizmente, as ferramentas disponíveis para o gestor de risco estão expandindo também. Quando eu entrei no negócio, concretizar a tomada de decisão dos compradores de seguro era considerado uma arte. Era pessoal. Havia relacionamentos. Favores eram negociados. Hoje há mais ciência – muito mais ciência. Temos modelos de estudos de impacto de avaliação para o terremoto, inundação, vendaval e muito mais. Temos análises que revelam o impacto dos níveis dedutíveis. Podemos quantificar risco D &O. Nós podemos cavar grande parte de dados que temos sobre a compensação dos trabalhadores e colocar esses dados para trabalhar de forma que nos ajudem a reduzir a chance de lesão em primeiro lugar.

Temos também uma perspectiva mais ampla sobre a natureza do risco. Anos atrás, um cliente apontou-me que a compensação dos trabalhadores e benefícios para a saúde dos funcionários eram dois lados da mesma moeda: você precisa cuidar de pessoas para que elas possam manter-se produtivas e você precisa oferecer benefícios atraentes para competir com êxito em relação ao talento. Nossa profissão está começando a perceber isso agora. O conceito do total de recompensas ajuda a realizar esse ponto. Também estamos fazendo conexões entre as pessoas e os riscos em áreas como a vulnerabilidade cyber, onde estudos recentes mostram que quando as pessoas não estão envolvidas no trabalho, estão mais suscetíveis a esquemas de phishing (fraude online) que colocam a empresa em risco. As análises de dados disponíveis mostram agora onde estão os problemas e também apontam o caminho para corrigir.

Ainda é um negócio de pessoas

Ao mesmo tempo, não é totalmente uma ciência. Uma coisa que não mudou é que em muitos aspectos este ainda é um negócio de pessoas. É gente fazendo negócio com pessoas em quem confiam. E isso ainda pode trazer muita diversão.

Se eu pudesse dar um conselho para as pessoas que estão entrando na área- para os gestores de risco do futuro – Eu diria o seguinte: continue aprendendo. O mundo continua mudando e você não pode ficar para trás. Os seus novos papéis exigirão mais habilidades e treinamento, e mesmo que o seu empregador forneça algumas, você vai ter que fazer o resto. Todos os dias, tente aprender algo que você não sabia antes.

O valor do gerente de risco está crescendo. Vai continuar crescendo. Você tem que ter certeza que o seu valor continua crescendo também.

About Brian Ruane

Brian has been with Willis since 1987 employee, serving as Placement Manager, Producer, Sales Manager, Profit Cent…
Categories: Português, Recursos Humanos, Risco Cibernético | Tags: , , , , , , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *