‘Pokémon Go’ domina as ruas e coloca “distraídos” em risco. Saiba como se proteger!

Se estiver caminhando e encontrar pessoas atrás de você grudadas no celular ou aglomeradas olhando para a tela em um ponto específico, não se assuste! O jogo Pokémon Go está disponível no Brasil desde o início de agosto e  já domina as ruas do país. Agora, se você já é um dos fãs ou jogadores do game – fique ligado! A brincadeira é divertida, mas alguns cuidados devem ser tomados.

O Pokémon Go já é febre no mundo, mas algumas situações de risco  foram detectadas por seus usuários. Assaltos, furtos e atropelamentos  aconteceram por conta do jogo, já que os usuários ficam totalmente distraídos.

Com todas essas situações de perigo, o uso de seguros como acidentes pessoais, o seguro auto e o seguro para celular tendem a aumentar.

Este assunto já está se tornando alvo também dos órgãos públicos de trânsito, como por exemplo, o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) que alertou os usuários do jogo quanto aos riscos, lançando nesta sexta-feira (5) uma campanha educativa que será divulgada nas redes sociais e em blitz.

Entenda o jogo

O game foi criado pela Niantic em parceria com a The Pokemon Company e o intuito é o jogador sair pelo mundo procurando as criaturas. E acredite…elas estão por todos os lados!

Disponível para aparelhos Android e iOS, o Pokémon Go usa dados do Google Maps para espalhar os bichinhos pelas ruas de cidades.

Os Pokémons aparecem aleatoriamente pelo mapa. Uns são mais raros que outros e algumas condições geográficas também são respeitadas.

Resumindo: o jogador deve andar para encontrar o monstrinho e capturá-lo.

Seguros

Como o mecanismo do game é viciante e tira a atenção das pessoas, elas estão mais expostas a acidentes, o que torna o uso do seguro de acidentes pessoais mais frequente já que cobre  riscos causados por acidente, até morte e invalidez. Os acidentes pessoais são externos, onde o segurado pode sofrer de forma súbita, violenta, imediata e involuntária, provocando lesões físicas ou morte. É o acidente, e não suas consequências, que caracteriza o sinistro (concretização de um ou mais riscos previstos no contrato do seguro).

Os usuários do jogo também estão suscetíveis a assaltos e furtos. Para proteger seus celulares, fundamental hoje no dia a dia, o seguro do aparelho dá a tranquilidade necessária em casos de danos físicos no mesmo ou de roubos, ocorrências comuns no Brasil.

Todos sabem que direção e celular não combinam, mas o que estamos vendo nas ruas são as pessoas caçando Pokemóns no trânsito! Portanto, se você é um desses, quando estiver conduzindo um veículo não desvie a sua atenção do volante. Ainda não existem estatísticas a respeito, mas já existem notícias de acidentes causados pelo jogo, o que poderá impactar na sinistralidade do seguro auto.

Agora que você já sabe como se proteger, bom jogo!!!!

João Rigobello é diretor de Affinity da Willis Towers Watson.

Categories: affinity | Tags: , , , , , , , , , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *