Seguro contra danos à imagem: quanto custa a sua reputação?

Quando o assunto é o mundo corporativo a imagem da organização não é apenas importante, mas também seu cartão de visitas. Ela passa os valores da empresa, sua identidade, credibilidade, história e reputação.

Casos que ganham repercussão na imprensa, divulgados em noticiários, podem ser extremamente prejudicais a uma empresa, com a exposição negativa. A frase “uma imagem pode levar anos para ser construída e segundos para ser destruída” se aplica nestas situações e o seguro se mostra necessário.

O cobertura de danos à imagem está dentro do seguro de D&O, Cyber e E&O. Segundo dados da Susep, um leve crescimento deste segmento foi observado no ano de 2016, se comparado ao de 2015.

As situações consideradas são aquelas em que o segurado fica exposto por veiculação de notícia ou mídia que possa implicar em danos a sua imagem. O risco é analisado como um todo, podendo haver influência de notícias veiculadas e que possam agravar o risco e implicar em restrições de cobertura.

O seguro

Nos Seguros de Cyber e E&O existe cobertura específica que se refere a situação em que haja comprovação de prejuízo à imagem, à honra ou reputação do Tomador (Sociedade) e no Seguro de D&O esta cobertura está direcionada aos seus Executivos, devido a veiculação de reclamação através de notícia, reportagem ou vazamento de informações sigilosas, cujos os fatos ou acontecimentos estejam relacionados à imagem do Tomador ou posição do Segurado como Diretor ou Conselheiro da Sociedade. Neste sentido haverá cobertura para o custo de contratação de empresa especializada em serviços de comunicação e assessoria de imagem, mediante prévia autorização da Seguradora, para mitigação dos danos eventualmente causados.

Cálculo do limite para esta cobertura

A subscrição ocorre pela avaliação do risco completo do Tomador e Segurado através de um Questionário completo e Demonstrações Financeiras atualizadas, no caso de D&O e Questionário de Risco para Cyber e E&O. Notícias e informações divulgadas na mídia a respeito da Sociedade também influenciam na avaliação do risco. Não existe cálculo específico para este risco.

Deve-se avaliar se o evento possui relação ou envolvimento direto da Sociedade ou Segurado. Em caso positivo, a Sociedade ou Segurado poderá se utilizar da cobertura dentro do D&O, Cyber e E&O para tentar mitigar os danos à imagem, através de Custos de Assessoria de mídia.

O trabalho da consultoria é fundamental no gerenciamento deste risco. Afinal, o valor da reputação de uma empresa, assim como a sua marca e seus impactos na sociedade são imensuráveis.

Ana Albuquerque, gerente de Linhas Financeiras da Willis Towers Watson Brasil

Categories: Português, Risco Cibernético, Seguro de D&O | Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *