ROI x VOI: o valor comercial de uma força de trabalho saudável

employee wellness

Os empregadores de hoje têm três principais preocupações de negócio: riscos relacionados à saúde em sua força de trabalho, custos médicos e perda de produtividade. Assim, o debate sobre o retorno de investimento do empregador (ROI) para os programas de bem-estar está mais forte do que nunca.

É hora de parar de lamentar. Tradicionais custos médicos baseados na metodologia ROI têm sido desafiados como excessivamente otimista e às vezes falho. O que está realmente funcionando e como sabemos? Qual é o real valor comercial de uma força de trabalho saudável?

Para obter um cenário completo da viabilidade financeira dos seus programas de saúde e bem-estar – e como elas estão afetando de forma mais ampla os custos e operações da empresa – você precisa tomar uma perspectiva diferente. Ao invés de focalizar o ROI, considere o Valor do Investimento, ou o VOI, se preferir. 

O que está em risco?

O Integrated Benefits Institute mostra que saúde e produtividade podem ser visto nas seguintes proporções:

20% Salário substituição

40% dos custos médicos e de farmácia

40% de perda de produtividade

Ao todo, a saúde precária dos trabalhadores custa aos empregadores US$ 576.000 milhões por ano.

Há muitas maneiras para os empregadores mitigarem o aumento com custos de saúde. Ao integrar as práticas de gestão de saúde, como o valor do benefício, as políticas de saúde e segurança e programas específicos para a prevenção de riscos, as organizações podem abordar de forma proativa a saúde e a produtividade de sua força de trabalho.

Olhando além dos custos médicos para o aumento do valor geral

Evidências sugerem que, quando as empresas investem em programas de saúde e bem-estar global, eles observam melhores retornos de negócios e uma maior rentabilidade, em comparação com empresas que não fizeram tais investimentos.

Uma recente revisão da literatura de “American Journal of Health Promotion”, que incluiu 51 estudos, avaliou o impacto financeiro dos programas de bem-estar no local de trabalho. Constatou-se que o programa de ROI difere de acordo com a qualidade da metodologia utilizada para avaliá-lo. As empresas em países ocidentais tipicamente calculam o ROI como benefícios divididos pelos custos, enquanto o restante calcula o ROI como benefícios menos custos dividido pelo custo. O método de cálculo dos economistas produz uma estimativa de ROI que é de 1,0 a menos do que o método de negócio ocidental.

A revisão de cálculos de empregados utilizando o método dos economistas concluiu que a média do ROI ponderada nos programas demonstraram um retorno positivo. Isso mostra que os programas de bem-estar fazem sentido e bom negócio- quando aplicadas de forma eficaz.

Além disso, programas de bem-estar trazem uma série de outros dividendos ao longo do tempo, tal como:

Melhora moral da força de trabalho e menor rotatividade empregado

Menos absenteísmo e mais frequência (e suas respectivas despesas)

Melhoria das operações do dia-a-dia – e muito mais.

Mais empresas percebem que aumentando a moral dos funcionários, engajamento e produtividade vão melhorar a sua cultura e sua linha de fundo. Muitos empregadores estão deixando de olhar exclusivamente a tendência dos custos médicos e estão mais interessados em aumentar a produtividade. A última pesquisa Bem Trabalho constatou que 15% – 30% das empresas estão medindo os resultados de bem-estar em áreas como a segurança, com produtividade e ausências reduzidas.

Modificar a mentalidade ROI padrão e abraçar uma abordagem VOI para programas de saúde e bem-estar podem ajudar os empregadores não só a resolver  suas preocupações com riscos à saúde da força de trabalho e os custos relacionados, mas também melhorar a produtividade – e, por sua vez, a sua linha de fundo.

About Ron Leopold

Ronald S. Leopold, MD, MBA, MPH, is National Practice Leader, Health Outcomes at Willis' Human Capital Practice. He…
Categories: Benefícios > Capital Humano & Benefícios, Português, Recursos Humanos, Saúde & Vida | Tags: , , , , , , , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *